Papa Francisco recebe ANEC e Portal Futurum em audiência
Portal Futurum, a plataforma de aprendizagem a serviço da Educação Católica.
MULTIMÍDIA
EM FOCO Veja Mais
NOTÍCIAS Veja Mais
A Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) e o Portal Futurum, empresa católica de tecnologia, estiveram presentes no IV Congresso Educativo de Scholas Occurrentes (Escolas para o Encontro) que aconteceu na cidade do Vaticano de 02 a 05 de fevereiro. A iniciativa desse encontro que reúne realidades educativas de diferentes culturas e religiões nasceu pelo impulso e encorajamento de Bergoglio.   Sob o tema geral “Responsabilidade social e a inclusão” o congresso teve uma temática específica relacionada com o esporte, a arte e a tecnologia. Esses são os três pilares da proposta do Scholas, uma rede mundial que já soma 400 mil escolas.   A rede global gratuita das ‘Scholas Occurrentes’ reúne alunos de todas as religiões e graus de ensino de escolas públicas e particulares, procurando desafiar as instituições a partilhar os seus projetos e ajudar em particular as que têm menos recursos.   O Portal Futurum foi convidado para integrar a plataforma digital – scholas.social – que servirá para um intercâmbio entre as diversas escolas do mundo e irá compor a rede internacional de escolas, compartilhando projetos e vivências educacionais nas áreas de pastoral e gestão educacional.   O projeto apresentado pelo grupo brasileiro teve grande destaque por conseguir reunir através da ANEC e do Portal, um volume considerável de pessoas e escolas que acessam a plataforma. Edevaldo Siqueira, coordenador de Inovação e Produtos digitais da Rede Salesiana de Escolas(RSE) reforçou o grupo nas questões técnicas da plataforma. Questionados sobre o desafio na área social, a gerente de Relacionamento da ANEC e do Portal, Janaína Paim comentou,” Nenhum aluno deixa de ter acesso à plataforma, pois nosso objetivo é dar oportunidade aos jovens, promovendo a participação e o intercâmbio entre as escolas.”   Próximos passos   A partir de agora inicia a sistematização do processo de integração das plataformas do Portal Futurum e a da Rede de Escolas, com agenda de trabalho já programada para a próxima semana, no sentido de unir os projetos e possibilitar aos jovens brasileiros começarem efetivamente a trocar experiências com os jovens do mundo todo.   Na oportunidade, o Grupo de Escolas foi convidado a participar do 3º Congresso Nacional de Educação Católica do Brasil que acontece em Julho de 2015 em Curitiba(PR), fortalecendo assim a parceria e promovendo a cultura do encontro.   Encontro com o Papa   O papa Francisco realizou uma videoconferência com sete jovens deficientes físicos de várias partes do mundo. A conversa foi transmitida ao vivo pelo Google e fez parte da cerimônia de encerramento do IV Congresso Mundial Educativo da Scholas Occurrentes, na quinta-feira(5). No encontro, o Pontífice pediu para os adolescentes não se amedrontarem frente às dificuldades. “Somos capazes de superar tudo. Precisamos apenas de tempo para procurar e encontrar o caminho”, disse Jorge Bergoglio.   Na sequência, Francisco recebeu em audiência, as delegações participantes do evento. “Conte conosco na mudança do mundo pela mudança da educação.” Essa foi a tônica da conversa do presidente da ANEC, Prof. Dr. Paulo Fossatti com o Papa. “Assumimos o compromisso de colocar a educação brasileira à serviço da educação mundial”.   Na ocasião o Papa recebeu das mãos do Irmão Valter Zancanaro, secretário executivo da União Marista do Brasil (Umbrasil) e representante do Portal, uma cuia de mate com o logotipo da associação. A imagem de Nossa Senhora Educadora foi trazida pelo grupo e irá peregrinar pelo Brasil como um símbolo da bênção do Papa às escolas católicas brasileiras.   Para Fossatti, presidente da ANEC, são dinâmicas como estas que desafiam os cristãos e a sociedade a se mobilizarem para vencer a resignação e acreditar que é sempre possível fazer alguma coisa, mesmo perante os problemas mais difíceis e complexos – “Nosso ser Igreja em educação é plural: Existem inúmeras formas de educar e de levar o evangelho às pessoas e comunidades. Ousamos criar e educar em novos areópagos.”
Olá vestibulandos! O MEC (Ministério da Educação) lançou primeiro guia para a redação do Enem, que traz as novas regras de redação no exame. O documento, que pode ser baixado gratuitamente, apresenta cinco exemplos de redações que tiraram a nota máxima, além dos pontos necessários para um bom desenvolvimento do texto, como a compreensão da proposta do tema, a aplicação de conceitos de diferentes áreas, a organização das informações, a conclusão e, como não podia deixar de ser, o conhecimento dos mecanismos linguísticos para a argumentação. Entre as mudanças está uma rigidez maior nas regras, que pretende anular todas as provas de estudantes que fugirem do tema proposto, como escrever receitas de bolo ou hino de um time. De acordo com o guia, a redação será corrigida por dois professores. Se houver diferença de mais de cem pontos na nota, um terceiro professor também fará avaliação. Caso o resultado continue muito diferente, uma banca assumirá a correção. O MEC diz que a nota não será alterada depois que for divulgada.   Clique aqui para baixar guia completo. 
O Portal Futurum junto a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) realizou nessa sexta-feira (05), o II Fórum de Experiências. Com o objetivo de debater as novas tecnologias na educação, partilhar as melhores práticas ministradas nas escolas e apresentar às instituições de ensino, que ainda não conhecem o portal, uma plataforma inovadora repleta de funcionalidade e conteúdo, o evento reuniu diretores, gestores, coordenadores e professores de escolas Católicas usuárias e não usuárias  do Portal Futurum de todo o país. O fórum contou, também, com a participação de especialistas em tecnologia educacionais que discutiram em um contexto geral, o tema central do evento, “Novas Tecnologias: Projetos e Experiências na Educação”. “A Internet e as Mudanças nas Estruturas Cerebrais” foi o primeiro tema debatido no evento pelo prof. José Armando Valente, mestre pelo Programa Interdisciplinar de Ciência e Educação do Massachusetts Institute of Technology MIT (1979). Na oportunidade, Valente afirmou que o cérebro tem se adaptado para lidar com múltiplas entradas de estímulos digitais. Para ele, é preciso estar atento as mudanças, principalmente pelo uso das tecnologias moveis, e entender como as estruturas cerebrais estão se adaptando a elas. Diante disso, Valente acredita que os educadores devem mudar a maneira de ensino, com propostas de atividades ativas. De acordo com a articulista do site Educar para Crescer e do jornal Valor Econômico, prof.ª Dr.ª Luciana Allan, que apresentou o tema “A Aprendizagem na Era das Tecnologias Digitais”, as ferramentas tecnológicas mudaram a história da humanidade. As redes sociais, os blogs, Wikipedia e outras ferramentas permitem maior interação e colaboração, de forma que as pessoas interagem mais, com troca de ideias, o que resulta na evolução do conhecimento. “Muitas pesquisas e descobertas têm sido feitas, na última década, por conta da oportunidade que os cientistas têm de se manterem em contato de forma dinâmica por conta da internet”, exemplifica. Ao finalizar o discurso, Luciana Allan disse que para inserir a tecnologia nas escolas, é preciso repensar o conteúdo, as estratégias de ensino, as ferramentas a ser utilizadas, os modelos de avaliação e o papel do professor. Ao reforçar o que antes já tinha sido dito pelos outros palestrantes, Teresa Cristina Jordão, gestora da empresa TIC Educa, afirmou ser necessário a implantação da educação 3.0 que envolve o aluno numa busca constante de conhecimentos mesmo fora da sala de aula por meio das tecnologias, ao abordar o tema. E os professores devem refletir sobre as estratégias de forma a pensar no desenvolvimento das competências e habilidades deles. Além das palestras foram apresentados por algumas escolas usuárias do Portal Futurum, cases de sucesso. A prof.ª Daliane Luiz, expositora do case de sucesso do Colégio Nossa Senhora das Neves, afirmou após a sua apresentação, que “o portal é uma forma carinhosa que a escola leva a tecnologia aos alunos”. A segunda edição do Fórum de Experiências do Portal Futurum foi realizada no Hotel Cullinan, em Brasília e teve cerca de 90 participantes. O Portal Futurum O Portal Futurum é uma empresa criada em 2011 por seis entidades católicas – Salesianos, Salesianas, Maristas, La Salle, Editora FTD e Anec -  que tem como objetivo apoiar e valorizar o processo de ensino e aprendizagem com novas tecnologias. Atualmente, o Portal Futurum  atende cerca de 50 mil alunos e 8 mil professores de várias instituições de ensino de todo o país.
NOVIDADES Veja Mais